Notícias

Grandes redes investem em serviço de delivery no Brasil

Publicado em : 14/05/2019

A ampliação dos serviços de entregas feito pelos supermercados parece estar mais perto do que os consumidores imaginam. As empresas que hoje são referência neste setor no Brasil já estão bem próximas de incluir o delivery como mais um diferencial em seu portfólio de serviços. Nesse meio tempo, o GPA e o Carrefour deram mais um importante passo na estratégia de levar mercadorias até a porta do consumidor.

Depois de aproximadamente cinco meses, o GPA começa a implementar um projeto em conjunto com a startup James Delivery. O diferencial é o tempo de espera: a entrega dos produtos é feita em poucos minutos e, nesta primeira etapa, a cobertura é somente na capital de São Paulo.A previsão da rede é ampliar o serviço de entrega em outras 10 cidades do país ainda este ano.

Já o Carrefour desenvolveu uma parceria com o aplicativo Rappi, que será responsável pela operação do delivery da rede oferecendo duas opções de entrega: “Express”, feita em até 35 minutos e “Supermercados”, com prazo de até uma hora.

Comportamento X oportunidade

Para alavancar o novo serviço, o GPA não cobrará taxa de entrega durante o primeiro mês de operação em São Paulo. Enquanto isso, o Carrefour investe em outra frente, como a opção de personal shoppers – profissionais treinados e preparados para escolher os melhores produtos nas lojas no lugar do cliente.

Além de ter essa opção, o consumidor pode conversar em tempo real com o representante e até receber fotos para avaliar as mercadorias. Outra rede que segue o mesmo caminho é a Comper. A empresa passou a oferecer mais uma opção de compras pelo site para consumidores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. O serviço de entrega inclui uma taxa de R$17,90 para compras acima de R$ 50,00. Para entregar produtos de qualidade, o Comper Delivery trabalha com colaboradores treinados para fazer a melhor seleção de itens para o consumidor.

Os passos dados por essas redes vão de encontro a um estudo feito pela Associação Paulista de Supermercados em parceria com o Ibope em 2018. Dois a cada cem consumidores no país têm o hábito de fazer compras em supermercados pela internet. Ainda de acordo com a pesquisa, as vendas online do setor equivalem a aproximadamente 3% do faturamento total, cerca de R$ 352 bilhões (2017). Isto quer dizer que, apesar de baixo, este número representa R$ 10 bilhões. Tal cenário aponta para uma oportunidade grande de crescimento para este serviço no país.

Notícias

Análise de dados deve definir tomadas de decisão nos supermercados

23/05/2019 Blog Apas Show

Segundo especialista Alexandre Ribeiro, lojas com informações bem tratadas ganham em rentabilidade

Por iniciativa de Glaustin da Fokus, Câmara dos Deputados debate transparência de multas contra supermercados

22/05/2019

Audiência pública reúne líderes empresariais e representantes de órgãos fiscalizadores para tratar do artigo 57 do Código de Defesa do Consumidor

O que o comportamento do consumidor diz sobre o layout de loja

21/05/2019

Pressão no atacado e varejo diminui e IGP-10 desacelera alta a 0,70% em maio, diz FGV

20/05/2019

Presidente da Agos marca presença na abertura da 1ª ExpoNerópolis

17/05/2019

Nestlé entra no mercado de cafés torrados

16/05/2019

Vendas no varejo tem alta de 1,9% em Abril, mostra ICVA

15/05/2019

Instituições financeiras reduzem projeção de crescimento da economia

13/05/2019

Presidente da Agos marca presença no jantar de negócios Adoralle

10/05/2019

Vinícola Aurora fica entre os melhores estandes da Apas Show 2019

10/05/2019
voltar para página anterior
AGOS - Associação Goiana de Supermercados