Notícias

Disrupção digital nos supermercados: como ser mais competitivo e rentável

Publicado em : 08/05/2019

Autor : Blog Apas Show

O varejo mudou tanto que, segundo Sajal Kohli, Sócio Sênior da McKinsey & Company, aqueles que forem mais rápidos, ganharão dos seus concorrentes, inclusive dos grandes players. “Hoje, não é só o consumidor que vai à loja, mas a loja também vai ao consumidor. Mais do que isso, algumas empresas estão mudando de ‘experiência do cliente’ para o ‘cuidado com ele’”, declara o executivo durante a abertura do Congresso de Gestão da APAS Show 2019.

Para afirmar que a experiência do clientes está sendo completamente reinventada, Kohli citou o exemplo da patente de um carrinho de compras que monitora os batimentos cardíacos do consumidor registrada pela gigante Walmart. Assim, além de demonstrar cuidado com consumidor, a empresa colhe dados que poderiam ajudar a rastrear até o nível de stress das pessoas que estão dentro da loja.

Esta mudança de paradigma acontece de dentro para fora nos supermercados, assim como em todo o varejo global, tem como uma das causas consumidores que estão cada vez mais buscando as lojas online, principalmente entre os millennials. “No futuro, 90% das compras no varejo pelo mundo serão influenciadas pelo digital”, diz o Sócio Sênior da McKinsey & Company.

Aumento do lucro online

Por outro lado, Sajal Kohl alerta para o grande desafio que existe para o varejo no ambiente digital: as vendas online não geram o mesmo lucro que as lojas físicas. Neste cenário, uma das saídas para os supermercados aumentarem o lucro com as transações oriundas do e-commerce é criar pequenos centros de distribuição nas grandes cidades. “É importante tirar vantagem da tecnologia porque não há um modelo padrão que agrade a todos. Hoje, todos nós somos orientado por dados e é preciso saber lidar com eles”, explica Kohli.

A partir dos dados bem interpretados, o supermercado pode ganhar competitividade na organização do seu estoque, assim como prever compras, por exemplo. Outro caminho indicado para as empresas são as parcerias que possam reduzir custos, como diminuir o estoque. “Seja rápido. O varejo rápido vende muito e vence o concorrente, até mesmo os grandes”, completou Sajal Kohli.

Notícias

Análise de dados deve definir tomadas de decisão nos supermercados

23/05/2019 Blog Apas Show

Segundo especialista Alexandre Ribeiro, lojas com informações bem tratadas ganham em rentabilidade

Por iniciativa de Glaustin da Fokus, Câmara dos Deputados debate transparência de multas contra supermercados

22/05/2019

Audiência pública reúne líderes empresariais e representantes de órgãos fiscalizadores para tratar do artigo 57 do Código de Defesa do Consumidor

O que o comportamento do consumidor diz sobre o layout de loja

21/05/2019

Pressão no atacado e varejo diminui e IGP-10 desacelera alta a 0,70% em maio, diz FGV

20/05/2019

Presidente da Agos marca presença na abertura da 1ª ExpoNerópolis

17/05/2019

Nestlé entra no mercado de cafés torrados

16/05/2019

Vendas no varejo tem alta de 1,9% em Abril, mostra ICVA

15/05/2019

Grandes redes investem em serviço de delivery no Brasil

14/05/2019

Carrefour e GPA largam na frente e começam a explorar mercado de entregas

Instituições financeiras reduzem projeção de crescimento da economia

13/05/2019

Presidente da Agos marca presença no jantar de negócios Adoralle

10/05/2019
voltar para página anterior
AGOS - Associação Goiana de Supermercados