Notícias

Black Friday reanimou varejistas para o Natal

Publicado em : 27/11/2018

Autor : Portal ABRAS

O desempenho das principais datas comemorativas de 2018 ficou acima do registrado em 2017, mas nenhuma delas deu ao varejista mais ânimo para o Natal que a Black Friday. Com crescimento de ao menos 4,7%, comparando com a última edição, lojistas creditam o avanço à popularização data e definições no cenário político brasileiro.

A edição deste ano, que aconteceu na última sexta-feira (23), acompanha o calendário norte-americano, em que a data se dá após o Dia de Ação de Graças. Consolidada por lá, a movimentação financeira foi de US$ 6,2 bilhões. “Nos Estados Unidos a data é bastante importante, por aqui ainda estamos dando os primeiros passos”, comenta o especialista em varejo César Longo.

Exemplo dessa consolidação também foi citada pela Boa Vista SCPC, que apurou um crescimento de 4,7% nas consultas dos varejistas para liberação de crédito. O crescimento foi ainda maior na própria sexta-feira (+5,9%).

Entre os varejistas, o clima de melhora também foi reportado. O sócio-proprietário da rede mineira VestMais, Carlos Espinoza, conta que participou de um treinamento junto ao Sebrae-MG para aproveitar melhor a Black Friday, e deu certo. “Selecionei melhor quais itens teriam descontos, tirei das gôndolas o que não teria muita saída, criei ilhas no meio da loja e fui avisando os clientes pelo WhatsApp”, detalha. Nas três unidades da empresa, o crescimento médio das vendas foi de 20%.

Com o bom resultado, Espinoza se mostra otimista com o Natal. “Como passou o período eleitoral, acho que o brasileiro tende a ficar mais confortável com compras, e com a economia reagindo, fica mais fácil”, completa.

Dentro do Magazine Luiza, uma das maiores varejistas do País, as vendas no dia 23 responderam por 15 dias comuns e abriram espaço para um dezembro mais forte. "Estamos animados para o mês de dezembro, que também é forte em vendas”, conta o vice-presidente da rede, Fabrício Garcia.

Para César Longo, consultor de varejo, parte dos consumidores adiantaram na Black Friday alguma compra de Natal, mas isso não impedirá os gastos para o período natalino. “O que os consumidores adiantam são os presentes mais caros, geralmente eletrônicos, mas isso não eliminará a necessidade de compras as “lembrancinhas”, comenta.

A adesão de outros setores à data, como bancos, farmácias, varejo alimentício, também deram um impulso nos negócios este ano. “Muita gente comprou por impulso. Havia notícias de lata de cerveja por R$ 0,69, ou até itens de primeira necessidade com desconto agressivo. Essa força do preço foi mais evidente na edição deste ano”, avalia.

Universo online

Se no varejo físico a Black Frida foi positiva, no e-commerce ela foi ainda melhor. Segundo estimativa da Ebit Nielsen, as vendas cresceram 23% na comparação anual, e movimentou R$ 2,6 bilhões. O número de pedidos cresceu 13%, para 4,27 milhões, e o tíquete médio subiu 8% para R$ 608.

O resultado fica acima do projetado pela própria consultoria, que apostava em um incremento de 15%. Uma das explicações, segundo os economistas da Ebit, foi o número de consumidores únicos (aqueles que fazem ao menos uma compra) que subiu 9%, chegando a 2,41 milhões. “Acredito que o consumidor online é o que estava mais propenso a comparar preços e comprar itens de maior valor agregado, é possível que este consumidor tenha adiantado compras do Natal”, diz Longo.

Notícias

Análise de dados deve definir tomadas de decisão nos supermercados

23/05/2019 Blog Apas Show

Segundo especialista Alexandre Ribeiro, lojas com informações bem tratadas ganham em rentabilidade

Por iniciativa de Glaustin da Fokus, Câmara dos Deputados debate transparência de multas contra supermercados

22/05/2019

Audiência pública reúne líderes empresariais e representantes de órgãos fiscalizadores para tratar do artigo 57 do Código de Defesa do Consumidor

O que o comportamento do consumidor diz sobre o layout de loja

21/05/2019

Pressão no atacado e varejo diminui e IGP-10 desacelera alta a 0,70% em maio, diz FGV

20/05/2019

Presidente da Agos marca presença na abertura da 1ª ExpoNerópolis

17/05/2019

Nestlé entra no mercado de cafés torrados

16/05/2019

Vendas no varejo tem alta de 1,9% em Abril, mostra ICVA

15/05/2019

Grandes redes investem em serviço de delivery no Brasil

14/05/2019

Carrefour e GPA largam na frente e começam a explorar mercado de entregas

Instituições financeiras reduzem projeção de crescimento da economia

13/05/2019

Presidente da Agos marca presença no jantar de negócios Adoralle

10/05/2019
voltar para página anterior
AGOS - Associação Goiana de Supermercados